Os Perigos do Glutamato Monossódico – MSG

O glutamato monossódico (em inglês: MSG, monosodium glutamate), também conhecido por Ajinomoto, Kitano, Arisco, Caldo Maggi, Caldo Knorr ou Sazón, é um aditivo que realça o sabor dos alimentos, e por isso é utilizado em quantidades incríveis na fabricação de uma diversidade de comidas processadas e industrializadas.

Este aditivo, no entanto, está longe de ser uma substância inofensiva para a saúde. Quando se fala em glutamato monossódico, fala-se de uma substância que causa reações adversas como as alergias cutâneas, náuseas, vômitos, enxaquecas, asma, taquicardia, irregularidades cardíacas, tonturas e depressão.

A utilização diária dos temperos artificiais ou ainda os caldos de sopa e outros aditivos que servem para dar gosto e cor aos alimentos podem acarretar sérios danos à saúde.

Efeitos colaterais do MSG no corpo

É muito comum que as pessoas sintam-se mal depois de ingerir uma comida com glutamato monossódico. Muitos órgãos, como o FDA (Agência regulatória para Alimentos, Medicamentos e Cosméticos dos Estados Unidos), classificam o glutamato monossódico como “seguro”, mas muitos sintomas relacionados ao seu consumo foram reportados ao FDA ao longo dos anos.

Embora o FDA continue a alegar que consumir glutamato monossódico nos alimentos não causa estes efeitos danosos, muitos outros especialistas dizem o contrário. De acordo com Dr. Blaylock, numerosos receptores glutâmicos tem sido encontrados tanto no sistema de condução elétrica do coração quanto no músculo do coração em si. Em outras palavras, o MSG pode ser bem danoso para seu coração.

Dores de cabeça, aceleração dos batimentos cardíacos, dores no peito, dormência ou formigamento no rosto e pescoço, asma, palpitações e sudorese, são alguns dos possíveis efeitos colaterais do ressaltador de sabor nos alimentos.

A fama do produto correu mundo desde sua descoberta. Os orientais são os que mais produzem e consomem o MSG. Em pouco tempo, passou a ser comercializado e agregado à alimentos durante o preparo, assim como ocorre com outras substâncias, como os edulcorantes, aromatizantes, estabilizantes e corantes. Após muita experimentação, foi mundialmente aceito como aditivo alimentar, com a função de realçador de sabor.

Inicialmente, o aditivo alimentar glutamato era fabricado mediante hidrólises de proteínas, em geral de cereais, porém tratava-se de um processo caro, demorado e complexo. Hoje, é produzido com mais de 99% de pureza por meio de fermentação, a partir do melaço de cana, com microrganismos que geram o glutamato livre.

O uso crescente dos temperos artificiais na culinária, é um dos motivos para o aumento de “doenças silenciosas”. Os chamados caldos de galinha, ou de carne, são um perigo silencioso à saúde pública.

A substância é um neurobloqueador do hipotálamo, que atua como controlador do apetite. Isso aumenta a quantidade de comida ingerida, causando como consequência, a obesidade, tão comum nos dias atuais, não somente em adultos, mas também, e principalmente, em crianças, as principais vítimas dos alimentos processados e industrializados.

Outro fato a ser destacado é que, devido ao excesso de sódio, os temperos industrializados não devem fazer parte da rotina alimentar.

Glutamato Monossódico

Quais alimentos deve-se evitar?

Aqui está uma lista de alimentos que potencialmente contém glutamato monossódico:

  • Molhos e condimentos prontos, enlatados ou instantâneos
  • Caldos para carnes, aves e peixes
  • Alimentos em conserva
  • Comidas prontas ‘diet’
  • Salgadinhos industrializados como batatas fritas, cheetos e nachos
  • Carnes e linguiças curadas e defumadas
  • Temperos e especiarias prontos e industrializados
  • Comida congelada
  • Ketchup
  • Proteína vegetal hidrolisada
  • Sopas em pó ou enlatadas
  • Ressaltadores de sabor

Na maioria dos países, o glutamato monossódico é obrigado a aparecer  na lista de ingredientes dos alimentos industrializados. Normalmente estará no final da lista.

No Brasil, ele aparece mais comumente como “ressaltador de sabor”.

Os Efeitos do MSG nas crianças e durante a gravidez:

 

Glutamato Monossódico e a Poluição dos Alimentos

Aprenda a utilizar condimentos, especiarias, ervas, e comece desde já a deixar de lado este veneno industrial carregado de químicos que faz muito mal à sua saúde.

Então, da próxima vez que ouvir na propaganda que “É o Amoooor…” já sabe – é glutamato monossódico, e isso não tem nada a ver com amor.

Referências:

http://www.truthinlabeling.org/
http://evidenceofmsgtoxicity.blogspot.com/
http://www.mayoclinic.org/healthy-living/nutrition-and-healthy-eating/expert-answers/monosodium-glutamate/faq-20058196
http://articles.mercola.com/sites/articles/archive/2009/04/21/msg-is-this-silent-killer-lurking-in-your-kitchen-cabinets.aspx

Os Perigos do Glutamato Monossódico – MSG

3 Resultados

  1. Emerson disse:

    Excelente matéria, meu esposo sofre de enxaqueca há anos. Hoje tomamos cuidado ao nos alimentar fora. Muito obrigado pelo esclarecimento tão detalhado.

  2. Augusto Crispim disse:

    Muito obrigado por esta reportagem. Vocês deviam pesquisar sobre o SHOIO. Tem tudo o que não devemos colocar dentro do nosso organismo. Façam uma matéria sobre o SHOIO. E tem gente que come SHUSHI ensopado no SHOIO. Grato

Deixe uma resposta para Augusto Crispim Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *